Login do usuário

Aramis

Nosso teatro em ritmo de musical

Produzido pela IBM, inicialmente para a apresentação na convenção da multinacional em Belo Horizonte, "Momentos do Teatro Brasileiro" resultou num espetáculo tão bonito que seria injusto limitar só aos executivos da empresa a sua visão. Assim teve apresentações especiais no dia 27 em São Paulo e na segunda e terça-feira, no Hotel Nacional - à tarde para funcionários da empresa e à noite para o público. Miguel Falabella criou um grande panorama do teatro brasileiro, através de trechos de seis peças-marcos: "Amor Por Anexins", de Arthur Azevedo (1870); "Amor", de Oduvaldo Vianna (1934); "Vestido de Noiva", de Nelson Rodrigues (1943); "Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna (1955); "Eles Não Usam Black-Tie", de Gianfrancesco Guarnieri (1957); "Greta Garbo, Quem Diria, Acabou no Irajá", de Fernando de Mello (1971) e "Aurora da Minha Vida", de Naum Alves de Souza (1980). Cada um destes textos marcou uma fase de nosso teatro e, numa feliz integração, as mesmas se ajustaram num espetáculo conduzido com entreatos musicais - de melhor qualidade, e nos quais é feita uma revisão histórica do Brasil ao longo de um século. Um elenco admirável e competente - revelando, inclusive, talento para o canto e a dança - na parte musical, com um ritmo digno da Broadway. Arlete Salles, Cassia Kiss, Ewerton de Castro, Maria Padilha, Osmar Prado, Stella Miranda, Thales Pan Chacon e Walmor Chagas compõe mais de 40 personagens diferentes, amparados num coro formado por Marcelo Saback, Paula Barroso, Ramon Coelho, Rosana Bastos e Rosana Bustamante. Um grupo de sete bons instrumentistas é perfeito e, nestes últimos anos, poucas produções tiveram um guarda-roupa tão variado (e luxuoso) como o criado por Lessa Lacerda. Embora com uma apresentação já marcada para Brasília, "Momentos do Teatro Brasileiro" não tem previsões de ser levado em outras capitais (mesmo no Rio, ainda não foi acertada uma temporada normal). Entretanto, é um espetáculo de nível, no qual mais que costurar textos de autores diversos, Falabella estruturou um panorama do teatro - e da vida brasileira.
Texto de Aramis Millarch, publicado originalmente em:
Estado do Paraná
Almanaque
Tablóide
3
04/12/1988

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta questão é para verificar se você é um humano e para prevenir dos spams automáticos.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.