Login do usuário

Aramis

Uma pesquisa sobre a memória dos bairros

A preservação da memória de uma nação depende de esforços isolados e geralmente idealistas de pessoas que se preocupam com documentos, depoimentos, ilustrações, imagens e, especialmente, vozes do que fizeram, cada um seu papel, a história nem sempre oficial. Portanto, quando há sensibilidade para apoiar tais iniciativas, os louvores devem ser dados. Assim é que o meritório projeto "Memória História do Paraná", que o jornalista João de Deus Freitas Neto coordena há mais de três anos já soma hoje a mais de 150 depoimentos importantíssimos com pessoas que nos mais diversos setores deram a sua contribuição ao nosso Estado. Gravados em vídeo, entrevistas conduzidas com habilidade por um grupo de jornalista experientes, este material será precioso para o futuro, num banco de dados que com imagens e vozes estará à disposição dos interessados. Agora, um novo projeto começa a ser executado. O vereador Horácio Rodrigues, presidente da Câmara de Curitiba, foi buscar no experiente ator, homem de televisão, animador cultural e ex-presidente da Fundação Rádio e TV Estadual do Paraná, Sale Wolokita, o coordenador do programa "Pioneiros de Curitiba". A idéia, oficializada num projeto de lei do próprio Rodrigues, é simples e objetiva, como devem ser os esforços para que se viabilizem propostas voltadas à pesquisa: a gravação de depoimentos em áudio, com registros fotográficos feitos pelo veterano Mário Nunes do Nascimento, ex-"Diário do Paraná", de curitibanos que vivem há décadas nos bairros da cidade. O programa prevê o levantamento do período 1900/50 - talvez com algumas extensões até 1960. Neste período, não passavam de 13 os bairros da então provinciana Curitiba - número que com o boom dos anos 70 já ultrapassou a casa dos cem - embora os mapas municipais reconheçam apenas 73 bairros territorialmente definidos. xxx Em cada bairro - ou juntando-se alguns cujos limites se confundem - Sale Wolokita e uma pequena equipe - formada por Ana Maria Conte, Rubens Antônio Baby e Jocelin Matzeki - procura gravar uma média de duas entrevistas diárias, preferencialmente com as pessoas mais idosas das famílias que possam ser consideradas "pioneiras". Registrando em áudio os depoimentos concentrados apenas no objetivo básico da pesquisa, serão recolhidas informações importantíssimas sobre a cidade, com detalhes que correm o risco de se perderem pela falta de registros. Há alguns anos, a Fundação Cultural de Curitiba chegou a tentar um projeto semelhante mas que apesar de ter resultado em algumas edições da série "Cadernos da Casa Romário Martins" (que na atual administração foram praticamente suspensos), o universo de informações existente é muito mais amplo do que aquele estudado. Sale Wolokita, curitibano do Portão, 57 anos completados no mesmo dia que a cidade foi fundada - (29 de março), como homem de televisão tem consciência de que o projeto seria mais rico de houvesse possibilidades de ser documentado em vídeo, mesmo que pelo sistema VHS - mais econômico (e pelo qual tem sido feitas as entrevistas do Memória História do Paraná). Entretanto, devido a falta de uma melhor estrutura - e para que o projeto possa ser deslanchado - foi iniciado apenas com um gravador e as fotos feitas por Mário Nunes. Os primeiros bairros que estão sendo levantados são o do Alto da Glória, Juvevê e Cabral, já com mais de 70 entrevistas realizadas em menos de um mês. Desde anônimos cidadões até pessoas que se destacaram em vários setores - como foi o caso da entrevista com José Milani, 75 anos, que por quase duas décadas dominou a Federação Paranaense de Futebol, já foram entrevistados. Milani, no caso, falou como morador há mais de 40 anos na Avenida João Gualberto e de futebol só se limitou a lembrar os seus tempos de peladeiro nos amplos campos que existiam na cidade, nos quais crianças e adultos tinham espaços verdes e imensos para o seu lazer.
Texto de Aramis Millarch, publicado originalmente em:
Estado do Paraná
Almanaque
Tablóide
20
24/09/1991

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta questão é para verificar se você é um humano e para prevenir dos spams automáticos.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.
© 1996-2009. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br