Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1976 - Setembro)

A renúncia de Garcez

Até o fina-de-semana o advogado Alberto Garcez Duarte Filho, diretor de Assuntos Culturais da Secretária da Educação e Cultura, formulará junto ao diretório municipal a sua renúncia como candidato a vereador na Câmara de Curitiba. Apesar de bem relacionado nos meios culturais, filho de família tradicional, Alberto vem sentido-se "em uma incômoda posição" e assim acredita que o melhor será desistir da candidatura, " mas continuarei na Arena, apoiando inclusive outro candidato" .

A vida segundo Lelouch

Das diluitivas piruetas estéticos - visuais de "Um Homem, Uma Mulher " à inteligente linguagem de "Toda Uma Vida" ( cine Rívoli, 4 sessões), não há dúvida de que o francês Claude Lelouchevoluiu bastante. Ao pretender contar uma simples estória de amor ao longo de sete décadas, sem dúvida Lelouch nõa foi nada modesto. Mas o resultado é bem acima do esperado, principalmente para quem já vinha olhando com desconfiança a sua carreira em declíneo, após os prêmios e o enriquecimento que "Um Homem, Uma Mulher " haviam garantido.

Nossos artistas lá fora

Sabado, no auditório da Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, mais de 600 pessoas aplaudiram entusiasticamente a apresentação do Corpo de Baile da Fundação Teatro Guaíra. Apesar da viagem de ônibus e do fato de na noite de sexta-feira os bailarinos (as) terem permanecido mais de 10 horas nos estúdios da TV Educativa, gravando um especial em cores a ser apresentado nacionalmente, os números mostrados ao público carioca - "As Estações" de Gluzunov, "Jeu de Cartes" de Stravinski e "El Amor Brujo" de Falla - agradaram bastante.

Johnnie Taylor

Nascido em Crawfordsville, West Mamphis, no Interior do Estado de Arkansas, Johnnie Taylor, 40 anos, passou sua juventude em Cleveland (a partir de 1952) mas só em Chicago, junto com um grupo vocal chamado Five Echoes começou a cantar. Nesta época teve ocasião de trabalhar com a maior cantora de gospel (uma forma religiosa da canção americana) de todos os tempos, a divina (e praticamente desconhecida no Brasil) Mahalia Jackson (1911-1972). Com Mahalia e " The Soul Stirrer", Johnnie Taylor teve, sem dúvida uma boa escola.

Roussos & Hollies

Cantor de origem grega mas de formação francesa, utilizando um esquema comercial-publicitário que o faz parecer não apenas fisicamente com Carlos Imperial, Demis Roussos tem um público no Brasil, ora se tem! Além do mais já andou até fazendo excursões caça-níqueis, quando se apresentou em clubes de várias capitais. Assim é natural que a Phonogram lance um de seus novos discos ("Happy to be...", Philips, 9120088, julho/76), que pouco se diferencia dos anteriores, no mesmo estilo.

Mais um teatro

Afinal, a Prefeitura definiu a utilização do auditório de 100 lugares construído ao lado das lojas na passagem subterrânea da Rua José Bonifácio. O elétrico pesquisador Raphael Valdomiro Grecca de Macedo, 23 anos, terceiranista de engenharia civil, conseguiu fundar uma entidade - a Sociedade Pró-Cena de Teatro Universitário de Curitiba, que através de convênio com a Fundação Cultural, vai explorar o teatro. O nome da nova sala será, possivelmente, "Teatro da Passagem", embora exista uma corrente que defenda a idéia de dar um nome de personalidade da vida artística paranaense.

Perdoar é preciso

Pelo fato de um dos seus diretores e principais acionistas ser o deputado Alencar Furtado, da ala dos autênticos do MDB, o semanário "Movimento" é bastante prudente em abordar problemas paranaenses, relacionados ao partido oposicionista. Por isso é significativa a matéria que a correspondente Fátima Murad enviou para o número que está nas bancas, comentando o fato do MDB não ter lançado candidato em Cambará, onde a oposição elegeu, em 1972, o prefeito e seis dos treze vereadores. "Pretendentes não faltam, diz Fátima: quatro dos atuais vereadores estão interessados em concorrer a reeleição.

Scliar, cinema & Bosco

Só à 00:30 horas da manhã, quando o arquiteto Júlio Pechmann convidou os últimos retardatários na vernissage de Carlos Scliar, para uma esticada em sua mansão hollywoodiana, é que o marchand-de-tablaux Jorge Carlos Sade pode começar a apagar as luzes da galeria Acaiaca. Dos 33 quadros em exposição, o atencioso Nélio anotava, com um sorriso colgate, que nada menos que 25 já estavam vendidos. Na entrada da galeria, a maior das corbélias enviadas tinha um cartão com os nomes das Sras.

The Trammps

A partir de hoje, atendendo solicitações de vários leitores, vamos registrar alguns novos lançamentos de música pop, que embora nem sempre cheguem a nos entusiasmar, constituem uma faixa expressiva de consumo. Comecemos com dois discos da WEA, ou seja, da poderosa Warner Brothers Records, agora com seu próprio esquema de comercialização (fabricação e distribuição) aqui instalada, após ter passado, nos últimos meses, por contratos com a Phonogram e, a partir de 73, com a Continental.

Infância & canções

Enquanto "Lomoc e Milipilli", encenado pelo TCP é levado, com apoio do Goethe Institut, à uma dezena de cidades brasileiras (amanhã estréia em Campinas, SP), em Curitiba continuam a serem montados interessantes espetáculos para o público infantil. O grupo de Roberto Menghini encerrou na semana passada a temporada de "Dona Patinha Quer Ser Miss", de Arthur Maia, no auditório Salvador de Ferrante e um novo grupo - Luzes Teatro Laboratório, dirigido por Adinoel Quadros, estendeu a temporada de "Cão com Gato", no Paiol, por mais duas semanas.

Ajudando a quem precisa

Partindo do ensinamento chinês de que mais importante do que dar um peixe a uma pessoa que tem fome é ensiná-la a pescar, pois assim ela não passará mais fome, a Associação Saza Lattes, fundada há mais de 20 anos em Curitiba, continua a preocupar-se em desenvolver programas de auto-ajuda junto às faixas mais pobres da população. Sua diretoria - a nova presidenta é a sra. Joana Araujo, está informando agora que, como faz anualmente, a entidade abrirá nos primeiros dias de outubro, na galeria Ritz, um bazar para venda do artesanato produzido por suas assistidas.

O solo & as sementes

Depois de faturar muitos milhões editando supérfluos best-sellers estrangeiros, o próspero editor Alfredo Machado está agora melhorando substanciosamente o catálogo de sua editora, a Record. Depois de conseguir trazer Jorge Amado, da Martins, Machado obteve os direitos para reeditar os livros de Fernando Sabino, cujos direitos estavam com a José Olympio, desde que esta adquiriu o acervo de Sabiá.

Sabino na Record

A partir de amanhã, as rádios de toda a região Norte/Noroeste do Estado - bem como as televisões que atingem aquela ampla parte do Estado, passarão a veicular uma campanha de utilidade pública. Com jingles e filmes, se tentará motivar os agricultores para a necessidade de conservar os solos de suas propriedades, combatendo a erosão.

San Remo-76

FESTIVAL DE SAN REMO - Já houve uma época em que o Festival de San Remo, realizado na paradisíaca cidade balnearia italiana, há poucos minutos de Monte Carlo, se constituía num dos mais importantes eventos da música italiana, com repercussão mundial. Hoje, embora continue a ser uma boa motivação turística da chamada Riviera Dei Fiore, a importância do festival não ultrapassa as fronteiras daquele país.

Jornal da Música

Com exceção da corajosa iniciativa do jornalista Lúcio Rangel, feita entre outubro de 1954 a setembro de 1956, editando 14 números da "Revista da Música Popular", foram raquíticas todas as tentativas de desenvolver um jornalismo musical no Brasil.

Explosão : ficção e realidade

Num miserável povoado de uma república sul-americana, os funcionários de uma empresa petrolífera norte-americana oferece 10.000 dólares a quem se acorajar a dirigir dois caminhões carregados de nitroglicerina destinada a pagar com sua explosão, um poço petrolífero em chamas situado a centenas de quilômetros. Quatro homens se oferecem para essa missão suicida, interessados em conseguir dinheiro que lhes permitisse retornar à Europa: os franceses Mario e Jo. O italiano Luigi e o holandês Bimba.

Os solos de Moura

Bastariam os dois números solados por Paulo Moura no clarinete - a valsa "Leninha" de Codó e o choro "Espinho de Bacalhau" de Severino Araújo - durante o espetáculo "Roteiro" (auditório Bento Munhoz da Rocha Neto, sexta-feira, única apresentação) para justificar os aplausos entusiásticos do público. Pois, independente dos sambas comercialmente fáceis de Martinho da Vila (Martinho José Ferreira) acompanhado por um grupo de excelentes instrumentistas e mais a presença colírica da bailarina Soninha, sem dúvida o espetáculo "Roteiro" teve em sua parte instrumental o ponto alto.

Reedições & Novidades

Ao lado das trilhas sonoras das telenovelas, hoje sem dúvida um dos mais rendosos gêneros para as gravadoras, tendo a seu favor uma promoção extraordinária garantia pelas redes nacionais de televisão, as fábricas de disco estão também descobrindo outro grande mercado: a reedição de trilhas sonoras de filmes que marcaram época ao lado das novas produções.

Waldir & Dilermando

Dois veteranos instrumentistas que já deram muitos momentos de felicidade à música brasileira estão com novos discos na praça ambos, infelizmente sem o tratamento merecido. O primeiro deles é o grande Waldir Azevedo (Rio de Janeiro, 27 de janeiro de 1923), autor de clássicos como "Delicado", "Brasileirinho" e ""Pedacinho do Céu" e que há anos encontrava-se afastado da vida musical brasileira. Residindo em Brasília, sofreu um acidente em que só não perdeu um dos dedos da mão esquerda por milagre.

Taylor & Stevens

Entre os compositores - intérpretes surgidos nos últimos anos nos Estados Unidos, dois deles nos agradam particularmente: James Taylor e Cat Stevens. Embora identificados e consumidos pela geração acostumada a curtir o som elétrico da geração "pos Beatles", tanto Taylor como Stevens são autores que se poderia chamar - embora os rótulos sejam sempre dispensáveis - mais identificados com a música romântica, baladas com um "country" revisitado.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br