Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1979)

A Esperança

No começo era só água Depois um pouco de terra Depois plantas, árvores, Animais, pássaros e o homem Para começar a guerra. Era guerra ainda tão logo não acabou E pelo jeito tão logo não acabará Pois é o homem quem a comanda E só homem há de ficar. E este mundo tão bonito Onde havia flores e bichos É que o homem está destruindo Ficando indeterminado o seu destino. E as plantas, os peixes, os pássaros. O que fizeram? Nada. E tem que ficar sem o seu habitat. Para dar lugar ao homem Para o homem poder se abrigar

A Esperança

Não é pelo fato de nosso jornalzinho ser pequeno e feito por crianças que não poderá dar opiniões e sujestões aos adultos e especialmente aos políticos. Principalmente agora quando inicia o ano internacional da criança abrem-se oportunidades para que também nós possamos expressar opiniões e especialmente fazer reinvidicações às autoridades constituídas. Não queremos dizer que deixamos de acreditar nos homens que dirigem o nosso país. Muito pelo contrário: tivemos no presidente Geisel um exemplo de homem correto e abnegado ao dirigir a nossa. Nação.

Nossos cartunistas

O editor Werner Zotz conseguiu não só provar as possibilidades de manter uma editora destinada exclusivamente a publicar autores regionais, como também colocar os seus lançamentos - Editora Beija Flor - em escada nacional. Hoje, os livros que tem editado regularmente - uma média de 2 novos títulos por mês, impressos na M. Cavalcanti Ltda. - já estão nos principais pontos de vendas do Brasil - aliás tão carente de livrarias. E a imprensa nacional vem dando um justo e merecido apoiamento ao trabalho de Zotz.

Bandinhas do Sul

Quando Percy Tamplim decidiu trocar sua carreira de professor de música no Colégio Estadual do Paraná e pianista pela corajosa tentativa de implantar um estúdio de som, em nível profissional, em Curitiba, há 4 anos, muitos o chamaram de visionário. Hoje não só praticamente já recuperou o investimento feito - mais de 4 milhões de cruzeiros - como tem ampliado suas equipes para poder atender não apenas a parte de gravações, mas de filmagens, setor ao qual também vem atendendo, por enquanto na área publicitária.

Escola de Homens (para o ano 2000)

Durante toda a manhà de domingo, no centro esportivo da Praça Oswaldo Cruz, mais de 250 crianças - entre 6 e 9 anos tiveram uma bela experiência de vivência esportiva, atletismo e, principalmente integrando humana.

A morte de Gilda

Ninguém mais do que a pintora Victorina Sabogni sentiu, segunda-feira , a morte da atriz, escrita e cineasta Gilda de Abreu, 75 anos, nascida em Paris. Amiga pessoal da diretora de "O Érico", (1946), "Pinguinho de Gente" (1947) e "Coração Materno" (1946), Victorina vinha, há mais de um ano, tentando sensibilizar os dirigentes culturais da cidade a patrocinarem uma visita de Gilda a Curitiba, juntamente com seu novo marido, um cantor lírico que desejava aqui fazer um recital.

As crianças na Ecologia

Se há um tema atualíssimo em nossos dias é a Ecologia. Atual e necessário, sob pena de nossos netos - ou mesmo filhos - viverem num mundo terrível, semelhante aqueles que filmes como "No Mundo 2020" e alguns outros tem mostrado - quase que numa espécie de documentários de antecipação. Por isso, um dos livros mais importantes destinados a infância - mas cuja leitura interessa também aos pais responsáveis - é "S.O.S. Para o Planeta Terra" (Salamandra, 60 páginas), de Alessandro Pacini e Gian Carlo Masini.

No campo de batalha

Ao ser levado por um amigo ao restaurante Schwartz Katz, após um show no Guaíra, o poeta Vinícius de Moraes teve mais uma prova de que seu nome ainda é capaz de emocionar mesmo os mais anônimos policiais. Como o veículo em que estava não estava com o farol lateral funcionando, uma viatura do DETRAN exigia que o motorista parasse. Fazia um frio polar e argumentou-se ao policial que já que se conduzia Vinícius e sua esposa, Gilda, ao restaurante, há poucas quadras, se não poderia seguir até o local e permitir que primeiro o poeta se instalasse no restaurante.

Fora dos circuitos

Um fato curioso com o cinema polonês no Brasil: embora se concentre no Sul a maior colônia deste bravo povo eslavo, seus vigorosos filmes (uma indústria das mais importantes da Europa Central após a II Guerra Mundial) só são vistos em festivais bi-anuais. Organizados pela Embaixada e que apesar de trazerem obras de maior importância cultural raramente conseguem interessar os nossos distribuidores.

A Cocaco sua época & sua gente

Para esclarecimento aos navegantes: a bela exposição "20 anos depois...", inaugurada há uma semana, na galeria de arte Cocaco (Rua Comendador Araújo, 777) é alusiva às duas décadas em que a pioneira galeria de arte pertence à sra. Eugênia Kuratcz Petrius, pois, na verdade, como uma pequena galeria e loja de moldiras ela foi inaugurada em 1957 na Rua Ébano Pereira, 52, por iniciativa do então recém-formado engenheiro agrônomo Ennio Marques Ferreira, associado a um colega de repartição em que trabalhava, hoje extinta Fundação Paranaense de Colonização e Imigração. Alberto Nunes de Mattos.

No campo de batalha

Como "trailler" da mostra de Lauro "Paiva", um artista plástico de preocupações ecológicas, a Acaiaca já está mostrando uma de suas mais interessantes criações. São individual será a 3 de julho. *Quem pensava que os "almanaques" editados com patrocínio de laboratório e distribuídos pelas farmácias desapareceram - e com eles toda uma tradição da comunidade escrita que, por década, tinha grande força, principalmente no Interior, pode saber que o "Capivarol" está comemorando seu 60.º ano de circulação ininterrupta.

Ouvindo

Discos como o de Lourenço Baêta ( Continental, 1.35.404.014 , maio/79) é que nos fazem acreditar, cada vez mais, na extrema riqueza da emepebe - sempre nos reservando surpresa dos mais agradáveis. Em disco, trata-se de um estreante, mas aos 26 anos este carioca já traz uma longa quilometragem: percorreu vários países toca flauta, violão e piano, compôs trilhas sonoras para filmes e acompanhou músicos que vão do maravilhoso Johnny ao folclorista Fernando Lébeis - tão desconhecido (ainda, entre nós_ quanto importante em sua obra.

A cidade & sua loja

Sem dúvida o empresário Husseim Hamdar, 48 anos, libanês que chegou ao Brasil no início dos anos 50, seria um excelente secretária das Finanças ou Administração, se aplicasse na vida pública a mesma habilidade com que conduz seus negócios. De modesto balconista de uma loja de sapato, durante o dia, e gerente de uma bar próximo ao Cine São João, há 20 anos passados, é hoje dono de um dos maiores patrimônios imobiliários da cidade.

Lá, como cá, como ali...

Bastaria uma seqüência de "Uma Mulher Descasada" (Cine Astor) para justificar o prêmio de mulher atriz a Jill Clayburgh no Festival de Cannes-78 e a tremenda injustiça que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, mais uma vez, cometeu, ao preferir dar (pela 2.ª vez) o Oscar de melhor atriz-78 a Jane Fonda (por "Amargo Regresso", de Hall Ashby): os 115 segundos que se sucedem a revelação do marido, Martin (Michael Murphy) de que há um ano já tem uma amante, Márcia, e que deseja se separar. Martin faz a revelação após um almoço numa lanchonete e emociona-se lágrimas.

O Pesador de Tarrafa

Falamos domingo passado no jornalzinho que Paulo Astor Soethe vem editando especialmente para meninos. Filho do jornalista Hermes Astor, Paulo Astor faz o seu jornalzinho sózinho, cuidando de todos os detalhes - e apresentando um resultado excelente. Como prometemos, dedicamos hoje nosso espaço a um dos textos ali publicados: "O pescador de tarrafa". Que o exemplo de Paulo Astor tenha outros seguidores...

No campo de batalha

Enquanto o bom Osval Siqueira de méritos, que na década de 60 disputava com Genésio Ramalho os principais bailes do Estado, reestrutura sua orquestra - num esforço dos mais válidos, seu ex-trombonista, Raulz de Souza, continua em grande forma e prestígio nos Estados Unidos.

Presença de Zezé

Como a amizade e a simpatia contem muito mais do que frias propostas financeiras, a cantora e atriz Zezé Motta, um dos grandes nomes revelados nacionalmente no dito "show-biz" tupiniquim nos últimos 4 anos, aceitou fazer nova temporada no Paiol, no final deste mês, motivada principalmente pela cordialidade com que foi recebida, no ano passado pela jornalista e atriz Tônica ( Antônia Eliana Chagas), diretora daquela casa.

Uma admirável senhora

No sábado, dia 9, dona Dibe Mehl não pôde repetir uma rotina que se acostumou há mais de 20 anos: passar todo o dia cuidando da administração da Confeitaria e Ilha do Mehl, que devem ao seu senso de organização e disposição de trabalho o sucesso que conseguiram.

No campo de batalha

Hoje à noite, em coquetel no Country Clube, o jornalista Carlos Jung estará apresentando o número um de mais uma publicação destinada à classe A: "Quem". Em formato tablóide, circulará quinzenalmente e sai já com o prestigiamento de clientes nacionais, com contratos assegurados por um ano.

Lá como aqui (II)

Em "Alice Não Mora Mais Aqui" ( Alice Does`nt live here anymore, 74, de Martim Scorcese) cantor-ator Kris Kristofferson interpretava um personagem que seria uma espécie de identificação de um novo tipo de galã do cinema contemporâneo americano: másculo sem machismo, gentil e compreensivo, símbolo, antes de tudo da segurança.
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br