Login do usuário

Aramis

Artigos por data (1980 - Novembro)

Reedições

A Polygram é uma das gravadoras que está dando maior atenção as reedições. Afinal, em época de recessão e com a vendagem dos discos caindo, nada melhor do que apostar no seguro. Assim, recolocar no mercado aqueles discos que venderam bem e cuja produção está paga, não deixa de ser uma opção. Assim é que com o selo "fora de série/matriz original", reaparece "As 10 canções medalha de ouro", produzida há 8 anos passados, em iniciativa do então todo poderoso homem de TV Flávio Cavalcanti. Em seu programa dominical, Flávio escolheu as 10 mais belas músicas de 1972.

Instrumentistas

É interessante observar-se a aculturação de certos músicos compositores em relação aos Estados unidos. Sérgio Mendes e Eumir Deodato são os maiores exemplos de brasileiros que deram certo na América, fazendo fama e fortuna mas, em compensação, abrindo mão de valores nacionais, para uma integração ao gosto daquele público. Em compensação, há os criadores que mesmo impressionando aos americanos, com chances de ali vencerem, preferem manter-se fiéis ao Brasil.

Surpresas

Patrick Moraz, tecladista, passou algum tempo no eixo Rio-São Paulo, fazendo apresentações. Mas faltava um disco que mostrasse a dimensão de seu talento, intenso e forte. O que acontece agora com "Coexistence", um belíssimo álbum instrumental, dividido com o flautista Syrinx, instrumentista que agora é apresentado ao público brasileiro.

Cantoras

Embalada pela classificação da ecumênica "Foi Deus que fez você" (Luiz Ramalho) no Festival MPB-80, Amelinha não poderia deixar de escalar os degraus do Olimpo musical feminino. Tanto é que a imagem de cantora despretensiosa, trajes simples, está sendo abandonada e a exemplo de outra nordestina - a baiana Maria Creusa, em seu novo disco ("Porta Secreta", CBS), Amelinha aparece em fotos bem cuidadas, maquilagem requintada e trajes finos.

Rurais

Nunca é demais insistir na (imediata) necessidade de reavaliar a música não urbana, nascida das manifestações populares e com um crescente público. Há vários aspectos que merecem ser anotados, inclusive a atenção que etiquetas criteriosas, como a Eldorado e a Bandeirantes vêm dando a área - com a edição de elepes como "Raízes/Frutos", magnifico álbum duplo, ou "O Fino do Sertão", respectivamente.

Lerner já está no livro do ano-80 da britannica.

Mais um reconhecimento nacional de que o prefeito Jaime Lerner é hoje uma expressão além fronteiras: os editores do "Livro do Ano" (1980), da Encyclopaedia Britannica, ilustraram as duas páginas dedicadas ao Paraná com uma foto em 4 colunas, 15 centímetros de altura, do prefeito de Curitiba. Das 64 linhas que o Paraná mereceu (páginas 84/85), nada menos que 21 foram dedicadas a Curitiba e ao Jaime. Diz a Barsa: "A mudança no governo estadual trouxe também de volta à Prefeitura da capital um ex-titular do cargo, o arquiteto Jaime Lerner, que o ocupou de 1971 a 1975.

Em Maringá

Durante visita a Maringá, o deputado federal Paulo Pimentel recebeu líderes estudantis da Universidade Estadual de Maringá, quando explicou que a falta de verbas impede a federalização das universidades estaduais do Paraná, existem ainda as de Londrina e Ponta Grossa. LEGENDA FOTO 1 -Paulo Pimentel.

Adolfo e a gravação independente

Dois fatos farão com que o assunto "gravação alternativa" fique na ordem do dia a partir de amanhã. Em primeiro lugar, a presença do pianista e compositor Antônio Adolfo, que divide a "Parceria" desta segunda-feira, no Paiol, com o jornalista Marcos Faermann, ex-editor do "Versus" e autor de "Mãos Sujas de Sangue". Antônio Adolfo (Maurity Saboia), 33 anos, 19 de carreira, é uma espécie de pioneiro da produção fonográfica independente, hoje com mais de cinqüenta exemplos relativamente bem sucedidos.

Parque Marumbi e homens-pássaros

Muito se falou no Parque Marumbi e de sua necessidade para a preservação ecológica e reserva de alguns milhares de alqueires da Serrado do Mar, aparece agora outro problema sem perspectivas, a curto prazo, de solução: a indenização aos proprietários de grande parte da área atingida. Dois dos maiores são os irmãos Hans e Diether Garbers, que não só receberam como herança de seu pai, João, uma imensa faixa margeando a Estrada da Graciosa, como por toda a vida tem conservado a mata virgem.

Uma semana com muitas (e belas) formas/cores

Uma semana de eventos importantes na área das artes plásticas: abertura do 37o Salão Paranaense, do Salão Passarela e da retrospectiva de Elifas Andreato. Sem contar a coletiva de Wilson Andrade e Silva, Jefferson César e Domicio Pedroso hoje à noite na Acaiaca, ainda a mais profissional das galerias da cidade.

Observatorio

EM novembro do ano passado, a revista "Manchete" publicou reportagem focalizando aquele que 400 médicos de todo o mundo apontaram como "o maior anatomista da atualidade". E que é um brasileiro, Liberato Didio, diretor do Medical College of Ohio, da cidade de Toledo, onde reside desde 1967. Naturalmente Didio é também membro do Comitê Paraná-Ohio, do programa Companheiros das Américas, que liga paranaenses e ohianos desde 1964.

Apesar do circuito erótico cinemas continuam a fechar

Com o lançamento de "A Fêmea do Mar", pornofilme que Ody Fraga rodou há alguns meses em Florianópolis, no cine Avenida, e a estréia amanhã de "Gisele", de Victor Di Melo nos cines Lido/Condor, primeira produção nacional a receber a classificação de "pornográfico" completa-se o círculo de programações proibidas na cidade: "Vanessa", produção alemã dirigida por Hubert Franck numa linha de criar uma resposta germânica a "Emanuelle", está no Vitória, onde já faturou mais de um milhão de cruzeiros.

Nas "Horas Vagas" deputado Oswaldo ganha elogio

TEXTO de punch suficiente para permitir ao autor o ingresso na Academia Brasileira de Letras. Com este elogio do critico Wagner Carelli, da revista "Isto É"(número 204, Cr$ 100,00 nas bancas) o deputado federal Oswaldo Macedo pode ficar tranqüilo. Embora o elogio de Carelli tenha sido empregado em relação ao texto do senador José Sarney, o mais novo Imortal apenas repetido para Macedo, coloca o ex-reporter de O ESTADO em posição privilegiada.

Observatorio

IMPRESSÕES, retrospectiva de Elifas Andreato que será inaugurada hoje à noite, no Museu Guido Viaro, apresentará as próximas capas dos elepes de Chico Buarque de Hollanda ("Vida", o último que sai pela Polygram) e de Martinho da Vila (RCA). Estes dois trabalhos não faziam parte da mostra, quando na inauguração da Funarte, por uma simples razão: ainda não existiam.

Expressas

A inauguração do salão da Mulher, hoje, à noite, terá duas atrações especiais: o craque Carlos Alberto, hoje no Kosmos e a atriz Teresinha Sodré. A presença deste badalado casal no pavilhão do Parque do Barigui significará maior prestigiamento a tradicional promoção. * É a Companhia Bandeirante de Seguros Gerais, da qual Túlio Vargas é diretor no Paraná, que se associa ao Instituto Histórico Geográfico e Etnográfico para o lançamento de "O Tempo de Meu Pai", novo livro do poilítico-escritor Túlio Vargas. O lançamento será dia 1o , segunda-feira, ao entardecer.

A volta de Andreato na cidade que não conhecia

Pessoa de grande sensibilidade o que se traduz em sua obra como artista plástico Elifas Andreato, 31 anos, desde 1959 radicado em São Paulo, se emocionou ao desembarcar no aeroporto Afonso Pena, terça-feira pela manhã. Pisando pela primeira vez em Curitiba, o criador de tantas capas antológicas para discos e livros, posters, cenários, ilustrações diversas etc., sentiu-se numa volta emocional ao Paraná, já que nasceu em Rolândia, filho de humilde família.

Uma lição de Paraná com o mestre Samuca

Hoje à noite, na Casa Romário Martins, uma espécie de lição de Paraná através de uma informal palestra do jornalista Samuel Guimarães da Costa, editor da revista "panorama". A motivação que levou Samuca, um dos mais conhecidos e estimados profissionais da imprensa do Sul do Brasil, a aceitar o convite para falar sobre o seu Estado, está no lançamento do primeiro fascículo sobre a história do Paraná, numa nova leitura e reinterpretação, que a revista "Panorama", hoje semanal, publica a partir do número que está indo para as bancas.

A emocionante mostra do talento de elifas

"Impressões", a retrospectiva de Elifas Andreato, inaugurada na noite de quinta-feira, no Museu Guido Viaro, não poderia ter melhor repercussão. Pelo menos duzentas pessoas entre nomes conhecidos e também estudantes, foram conhecer de perto, os trabalhos deste paranaense radicado há 21 anos em São Paulo e que hoje é o mais requisitado artista gráfico do País. O próprio Elifas passou a terça e a quarta-feira, montando a exposição, que tem um sentido didático, já que sua preocupação foi deixar ao alcance do público o material com que trabalha.

No Campo de Batalha

A diretoria do Graciosa Country Club com um abacaxi nas mãos: entre seus associados, admitido há seis meses, o industrial italiano Silvano Bonetti, personagem do caso internacional ligado ao contrabando de petróleo na Itália. O industrial não recebeu nenhuma bola preta. Ele pouco freqüentava o clube, mas sua família estava sempre presente.

... e lá se foi o Cinema 1

Desde sexta-feira, Curitiba deixou de ter o seu único cinema de arte: o Cinema I, casa exibidora teoricamente destinada apenas a filmes de nível artístico, cerrou suas portas. O Fracasso financeiro do Cinema da Rua Saldanha marinho, 698, levou a Fama Filmes a tomar esta decisão, assim como há menos de um mês também fechou o Bristol (ex-Marabá, ex-Hauer).
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br