Login do usuário

Aramis

As previsões de Yuri Nostradamus

Na confortável suite 403 do Hotel Copacabana Palace, o astrólogo Yuri Nostradamus deu, ontem, uma entrevista coletiva à empresas carioca, onde lançou suas previsões para 1978: - Na continuidade revolucionária, os lideres brasileiros alcançarão os objetivos de 1964, inclusive sobrepujando o AI-5, por iniciativa da própria revolução na escalada democrática. - O cantor Roberto Carlos sairá da rotina escandalosamente pelo próximo matrimônio, desta vez legal. - A opinião pública estadunidense jogará sobre a Máfia a culpa da morte de Frank Sinatra. - 1978 marcará o fim da carreira de Emerson Fittipaldi nas pistas, podendo, não obstante, ser bem sucedido na vida industrial. - Cuba: no retorno da democracia, no respeito a individualidade de seus cidadões, no realismo de Fidel Castro, depois de longos anos de erros necessários no caminho da perfeição. Cuba entrará em acordo diplomático com o Brasil, reatando a nível de ambaixada, dando mais um golpe mortal no comunismo internacional. - O mundo espírita brasileiro chorará o desencarnamento de Chico Xavier, enquanto ele se regozijá no reencontro com a mãe terra. - Presidente da França, Valery Giscard D`Estaing, depois de longo tratamento, sucumbirá vitimado pelo câncer. - Pele iniciará a escalada rumo ao divórcio em 1978. - Ninguém nem nada poderá ofuscar o clarão que ilumina Anuar Sadat, bem como a sublime trajetória de Andres Perez. - Espionagem industrial na Fiat do Brasil. - Em 1978 um escândalo horrendo virá a tona: muitos corações sangrarão ao se descobrir uma fábrica de creme de beleza, cuja matéria-prima depende do sacrifício de vidas humanas, mormente recém-nascido. - O sofrimento e a angústia de Isabelita Perom findarão no exaurimento da existência terrena. - Roman Polanski desaparecerá de maneira chocante. - A sociedade brasileira partilhará solidária do trágico e repentino luta na família Scarpa paulista. - Longos anos de pesquisa em vão,. Finalmente a verdade virá à tona sobre a ciência médica. Certas descobertas darão um nó no cérebro dos pesquisadores que em conseqüência ficarão estarrecidos... (câncer) - Em Portugal, Mário Soares desviará o ostracismo. - Êxodo na paulicéia: uma multidão abandonará São Paulo, na felicidade de reencontro com a natureza. - Embaixador negro Andrew Young será acusado de traição governamental. Todavia o tempo o inocentará. - O Japão se esquece da última guerra mundial e sepula uma série de compromissos morais e simbólicos com o desaparecimento do imperador Hirohito. - O astrólogo Alan Richar Way, de Londres, deixará o chamado mundo dos vivos e, na evolução que percede o retorno a nosso convívio, aprenderá a arte de conservar a saúde do corpo na sincronia com o cosmos infinito. - Lei do italiano insiste em retornar na sociedade contemporânea, hipocritamente, por meios clandestinos... Advírto as autoridades para que em tempo hábil efetuem a devida prevenção. Os tempos são outros... - Em 1978 os persimistas continuarão classificando o sol meramente como um fazedor de sombras. - Para finalizar, quero dizer a todos os meus congêneres que me inspiram piedades os órgãos da espiritualidade, que em pleno limitar da era de aquário insistem em duvidar das profecias, muitas vezes ceifando suas próprias vidas. - Esta são as informações que posso liberar nesta data, uma vez que, de acordo com o meu conhecimento no que tange as limitações humanas, a santidade mental e o bem comum, não poderei divulgar todas as conclusões. Em tempo, os senhores de comunicação serão convidados a um novo encontro. Os repórteres cariocas, no entanto não contentaram-se apenas com sua previsão e resolveram fazer especulações sobre a vida particular do famoso profeta. Ele tem 29 anos de idade "idade física", nascido em Santa Catarina, "autodidata", convício absoluto de seus conhecimentos e "inspirações dos irmãos do além"; é vegetariano - "não como cadáveres". Além, disso não bebe, não fuma não joga, coisas que outrora fez "para compreender os que fazem". Desafiado pelos jornalistas para uma apresentação na televisão, imediatamente aceitou, afirmando: "Exponho me, coloco meu nome em jogo, meus conhecimentos, com o único intuito de servir, esclarecer e livrar o povo dos falsos profetas, do charlatanismo que está tomando conta dos jornais, em nome de astrologia, enfim desmascarar. Como nada temo, sinto-me a serviço de uma causa em sincronia com o universo. Pois astrólogo jás nasce astrólogo.
Texto de Aramis Millarch, publicado originalmente em:
Estado do Paraná
Almanaque
Tablóide
1
25/12/1977

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta questão é para verificar se você é um humano e para prevenir dos spams automáticos.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.
© 1996-2009. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br